Sonhos.

Eu tinha um blog uma vez onde gostava de postar coisas aleatórias. Sempre tive blogs. Mas depois se perdeu na onda dos blogs atuais e eu me perdi e me cansei. Deletei tudo. Hoje não tenho um blog, então escrevi no Facebook mesmo. (E aí eu resolvi criar esse blog segundos depois da postagem no Facebook.)

Eu tenho sonhos. Não sonhos daqueles que se sonha quando se dorme. Mas também não deixam de ser. Sonhos aqueles que a gente sonha em realizar. Sabem como? Esses.

Eu tinha o sonho de conhecer Nova York. Conheci. Amei. Falta conhecer mais e quero voltar. Mas além de ter o sonho de conhecer lugares como a Europa, Argentina, Chile, Canadá e quase o mundo todo, eu também tenho o sonho de saber tocar um instrumento musical.

Quando criança queria tocar piano, depois violino. E meus pais me deram um violão. Nem encostei no pobre coitado. E há alguns anos que tenho sonhado em tocar um instrumento e ele é o piano. Não sei se tenho talento, vocação e todas essas coisas. Mas ainda comentei com o marido esse final de semana: Nunca é tarde para se aprender qualquer coisa; vamos ver se a artrite me deixa aprender a tocar piano um dia.

Um dia, quem sabe, me verão cantando do meu jeito (des)afinado enquanto toco piano.